Quem é Thiago Schutz, “coach/calvo da Campari” que ameaçou atriz de morte

A Região Sudeste do Brasil, famosa por seus grandes eventos de carnaval, teve a presença de vários influenciadores digitais, confira!
23 de fevereiro de 2023
Atriz Carol Chamberlain é sucesso nas redes sociais
27 de fevereiro de 2023

Quem é Thiago Schutz, “coach/calvo da Campari” que ameaçou atriz de morte

Thiago Schutz viralizou nas redes sociais após uma fala misógina e machista em um podcast. Ele ameaçou uma atriz de processo e morte

“Coach da Campari” e dono da página Manual Red Pill, o nome de Thiago Schutz parou nos assuntos mais comentados das redes sociais após ele ameaçar a atriz Livia La Gatto de processo e até morte. Mesmo antes disso, o ex-participante de um reality da Netflix já havia chamado atenção com sua lista enorme — e machista — de exigências para uma mulher perfeita.

O coach investe seu tempo em solucionar “problemas de relacionamento e masculinidade” de seus clientes por um valor de R$ 2,5 mil pelas consultas, assim como diz o seu site. O valor pode aumentar conforme o nível de exclusividade buscado pelo cliente.

“Red Pill”, por sua vez, movimento seguido por Thiago, é usado por grupo masculinistas, que se autointiluam homens que se opõem ao “sistema que favorece as mulheres”, por terem alcançado um conhecimento privilegiado sobre isso.

De onde surgiu Thiago Schutz?
A história de Thiago na internet começou após ele participar do reality show O Crush Perfeito, da Netflix, em 2020, onde tentou conquistar o coração de uma mulher de 50 anos. Na ocasião, ele ainda usava o sobrenome Schoba e disputou o amor de Joelma com quatro outros pretendentes.

Na ocasião, Thiago foi exposto nas redes sociais por uma moça chamada Maysa, que acusou o “calvo da Campari” de roubar um livro escrito por ela.

“Quando eu tinha 15 anos fui roubada por esse cara, que é dono dessa editora (Nova Editorial). Ele publicou meu livro, e além de não me mandar o lucro, não enviou a obra para as pessoas que compraram. Agora, ele tá em uma série da Netflix”, dizia o post.

Nas imagens, a jovem mostra um contrato assinado por ela e Thiago, inclusive com dados da obra supostamente roubada pelo participante do reality. Em outro post, Maysa ainda acusa a editora Nova Editorial de ser falsa e aponta que o ex-Netflix usa a empresa para fraudar os escritores.

“Tem uma editora FAKE onde ele vende o livro dos autores e fica com o dinheiro para ele”, denuncia a publicação.

E a Campari?

Agora, Thiago — ou “calvo da Campari”, como desejar — ressurgiu após participar do Buteco Podcast, onde ele apresentou uma situação em que uma mulher hipotética oferece uma cerveja a um homem tomando Campari.

“Ah, mas se eu pegar uma breja você não toma comigo? Eu não tomo, entendeu? A mulher tem muito isso de querer mudar o cara, tentar colocar o cara debaixo dela, mas não é maldade, é um teste realmente. ‘Deixa eu ver o quanto esse cara segura a opinião dele, será que ele vai pegar a breja só para me agradar?’. (…) O cara exercita isso e vira um cara mais autêntico, mais original”, diz ele no vídeo.

Em nota enviada ao Metrópoles, a Campari fez questão de desassociar sua imagem de Thiago: “O Grupo Campari, em razão dos últimos acontecimentos envolvendo o nome da companhia, vem a público informar que não tem, e nem nunca teve, nenhum tipo de relação, vínculo ou contato com Thiago Schutz.”

(Reprodução: metrópoles)

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

YouTube
Instagram
WhatsApp